z Andando e divagando

Blog novo do Rei…

O template e layout do Rei já mudou algumas vezes desde que criei o blog em 2008, pois é já se passaram 5 anos e muita atualização do Google e muitas águas rolaram desde então, não sabia onde iria dar este trabalho de blogueiro, mas até que me levou longe, ganhei um $ bom e criei grandes amizades graças a este trabalho, consegui empregos para uns, oportunidades para outros e me mantive conectado as últimas novidades, gosto do meu trabalho e é um privilégio trabalhar com sites e blogs, já criei pra mais de 50 sites desde 2008 que estão na internet e pretendo criar mais, só que com oportunidades melhores, agradeço a quem acompanhou meu trabalho até aqui! Espero que tenham gostado do layout novo!
logo reidacocadapreta topo

Coaching melhora e fortalece relacionamentos familiares

Coaching melhora e fortalece relacionamentos familiares

Confira aqui um artigo excepcional do Master Coach João Alexandre Borba sobre coaching para família. Uma visão fortalecedora dos laços familiares através do processo de coaching.

Com base no respeito e na confiança, coach promove o reconhecimento do papel de cada indivíduo na família.
A família é a base fundamental para a formação de qualquer pessoa. As relações familiares, as experiências – positivas ou negativas – com os pais, irmãos, primos, tios e tantos outros parentes influenciam de maneira direta e indireta a vida. É preciso saber administrar os conflitos e as situações que envolvem a família. “Os pais devem ensinar as crianças desde cedo a sentir e a perceber quem elas são e o ambiente no qual estão inseridas”, explica João Alexandre Borba, master coach, psicólogo e instrutor na Academia Brasileira de Coaching (Abracoaching).
A educação materna e paterna tem como foco a preparação para a vida adulta e, mesmo sendo essencial, este preparo acaba limitando o indivíduo. As crenças e valores disseminados no seio familiar afetam a integridade pessoal e as dúvidas sobre quem a pessoa deve ser surgem frequentemente. “Os aspectos mentais, emocionais e espirituais são influenciados pelo convívio familiar. Os valores de cada família são responsáveis pela aproximação de suas próximas gerações”, esclarece Borba, trainer em PNL, treinador comportamental e constelador familiar.
Borba ressalta que o indivíduo dificilmente consegue sozinho ter um distanciamento da identidade criada pelos valores familiares, o que impede o seu autodesenvolvimento. “O coaching familiar contribui profundamente para o autoconhecimento. O coach – instrutor de coaching – tem como missão ajudar o indivíduo a explorar suas qualidades e potenciais, promovendo uma mudança comportamental dentro do contexto familiar. É uma espécie de realinhamento do sujeito dentro de sua família, um trabalho muito bonito, que visa à saúde familiar”, enfatiza.
O coaching familiar atua de modo a motivar e estimular o coachee (o cliente) e o induz a refletir sobre determinados aspectos da convivência familiar. O seu papel na família e a sua influência em seus familiares são avaliados, sem críticas ou julgamentos. “O objetivo é aprimorar o comportamento pessoal por meio de questionamentos e técnicas que tem como foco a conquista de metas previamente definidas. O processo só é possível quando há confiança e respeito mútuo entre o coach e o coachee”, afirma Borba.
Não há como prever a quantidade necessária de sessões no coaching familiar, já que o atendimento é personalizado e único. Cada indivíduo precisa do seu próprio tempo. As mudanças são direcionadas para o caminho que a pessoa deseja trilhar e é feito um panorama para visualizar os fatores que impedem e os que aceleram as transformações. “O plano de ação é determinado em conjunto, com o coach e o cliente. O primeiro passo é entender a figura do pai e da mãe dentro da família e a sua própria percepção com relação a isso”, destaca.
O pai representa a estrutura e a força do ser humano, por isso o excesso de expectativa com relação as suas atitudes pode causar conflitos internos. A figura da mãe se mistura ao que o próprio indivíduo acredita ser, dificultando a percepção do papel materno. “O coaching familiar ajuda a desfazer este bloqueio, promovendo mobilidade para a mudança. Em geral, que busca o coaching quer resgatar a integridade pessoal e familiar, restaurar o equilíbrio e a harmonia e reestabelecer a confiança no ambiente familiar”, evidencia.
Respeito, paz, comunicação, apoio, confiança, amor e cooperação estão dentro da proposta da atuação do coaching familiar. As orientações são divididas em fases, para facilitar o processo. A primeira procura entender as necessidades e objetivos do indivíduo, a segunda propõe a construção de um relacionamento, a terceira é a criação do plano de ação, na quarta é feito um acompanhamento das atitudes do coachee e na quinta é feito o encerramento. “No final o coach e o cliente se reúnem para analisar o aprendizado e o sucesso obtido”, acrescenta.

João Alexandre Borba (especializações)
Master Coach – European Coaching Association (ECA);
Especialização em Business and Executive Coaching (ICI/Alemanha);
Trainer em PNL (Programação Neurolingüística);
Treinador Comportamental com práticas de Gestalt, Análise Transacional, PNL, Hipnose e Firewalking (IFT);
Constelador Familiar
Hipnólogo Clínico – IBHA;
Psicólogo Clínico- UNESA
Pós-Graduação em Psicologia Esportiva – CEPPE
Psicoterapeuta Corporal Reichiano – Núcleo de Psicoterapia Reichiana
Formação básica e avançada em Trauma First Aide – Trauma First Aide Associates,LLC
Terapeuta em EMDR
Atua como Psicólogo Clínico, Desportivo e Coach. Ministra cursos e treinamentos voltados ao autoconhecimento, desbloqueios emocionais e elevação de performance.

Por João Alexandre
Cargo: Master Coach, Psicólogo e Instrutor da Academia Brasileira de Coaching
www.abracoaching.com.br

Casal britânico alega ter fotografado criatura estranha em lago 0

O casal britânico Tom Pickles, de 24 anos, e Sarah Harrington, de 23, diz ter fotografado com um celular uma criatura estranha no lago Windermer, na Inglaterra, quando andava de caiaque, segundo reportagem do jornal inglês “Daily Mail”.

untitled-2

Eles contaram que estavam a cerca 275 metros da praia, perto da Ilha Belle, quando viram algo do tamanho de três carros se movendo rapidamente sobre a água.

“Eu pensei que fosse um cachorro”, disse Tom. “Então, percebi que era muito maior e que se desloca muito rápido”, acrescentou ele.

Drogas são o “Caminho da destruição” – Você agora é nóia? Anda na escuridão?! 0

Vi este clip com o grupo de rappers H2 Loko e achei a mensagem e música do clipe um alerta para a galera que começa fumando um cigarrinho de leve, aquele que deixa mosquito doidão, pois é, os manos da quebrada tiveram um amigo que foi pra vala por estar devendo crack. O clip e o rap estão fantásticos e todo mundo que está se envolvendo com algum tipo de droga deveria dar uma olhada neste clipe. MANDARAM BEM DEMAIS RAPAZIADA DA BAIXADA SANTISTA!!!