Já sentiu vergonha alheia hoje? 0

Share Button

Mas que sorte, hein?! 0

Todos os dias nos livramos da morte, mas quando vemos essas pessoas do vídeo… Pode-se dizer que nasceram de novo! É incrível a sorte que tiveram.

Share Button

Aprenda como fazer boas fotografias noturnas 0

Se fotografia é luz, como, então, como tirar boas fotos de ambiente escuros, onde a câmera é quase uma intrusa? A difícil tarefa do fotógrafo está mesmo em controlar a quantidade de luz que o ambiente oferece.

Para isso, é importante ter alguma noção sobre os controladores de luz. São eles: ISO, diafragma e velocidade do obturador ou tempo de exposição.

Outro ponto é tomar cuidado com a estabilidade da câmera para que as imagens não fiquem tremidas e pouco nítidas. Nesta dica, veja algumas formas para conseguir boas fotos, mesmo em lugares mal iluminados.

Fotografia noturna (Foto: Reprodução/Stock.xchng)Tempo de exposição: 1/1.25; ISO: 160; abertura do diafragma: f8 (Foto: Reprodução/Stock.xchng)

Dica 1. Controlando a velocidade do obturador

Controlar a velocidade do obturador ou o tempo de exposição tem duas funções principais: captar mais ou menos luz e captar imagens em movimento. Esse controlador de luz funcina da seguinte forma: quanto maior a velocidade do obturador maior será a capacidade da máquina de capturar movimentos, ao mesmo tempo, menor será a quantidade de luz que irá ser apreendida pela imagem.

Dessa forma, para fotos noturnas, o ideal é diminuir a velocidade do obturador para captar mais luz ambiente e captar fotos com pouco movimento, para evitar que as imagens fiquem “borradas”.

Para boas fotos, configure a velocidade do obturador entre 2,5s e 8s.

Fotografia noturna (Foto: Stockxchnz)
Fotografia noturna (Foto: Stockxchnz)

Dica 2. Controlando a abertura do diafragma

Controlar o diafragma é controlar a quantidade de luz que a camera irá captar e a profundidade de campo. Sendo assim, quanto maior a abertura do diafragma, maior será a captação de luz e menor será a profundidade de campo (“proximidade da imagem”) obtida na fotografia.

Dessa forma, para fotografias noturnas, evite fotos muito distantes para não fechar o diafragma e diminuir a quantidade de luz captada.

Para boas fotos noturnas, configure a abertura do diafragma para f2 ou f4.

Dica 3. Controlando o ISO ou ASA

Aumentar o ISO em imagens noturnas provoca imagens granuladas, ou seja, com pouca nitidez. Para boas fotografias noturnas, diminuir o ISO é a melhor opção, mesmo que essa diminuição acarrete menor sensibilidade à luz.

Para boas fotos noturnas, configure o ISO entre 100 em diante, mas sempre recorra ao visor para verificar se a foto ficou com pouca ou muita luz.

Dica 4. Estabilidade da imagem

A baixa velocidade do obturador é inimiga de movimentos bruscos ou câmera fotográficas instáveis. Caso você queira captar uma imagem com maior profundidade de campo, também será necessário que haja estabilidade da câmera.

Esses são motivos para buscar fazer fotografias com um tripé ou com cuidado para não tremer na hora do clique. Dessa forma, você evita fotos com pouca nitidez, as chamadas “borradas”.

Dica 5. Uso do Flash

Se sentiram falta do uso do flash, aí vai a dica: Use o flash com moderação, caso não consiga obter bons resultados com os controladores de luz. Se for usar o flash, busque também captar imagens próximas à camera. O ideal é que o flash não seja utilizado para fotografias noturnas.

Dica 6. Uso de câmeras compactas

Algumas câmeras compactas possuem controladores de luz. Para essas câmeras fotográficas, as configurações podem ser ISO: 100; velocidade do obturador: 30s; diafragma: f1.8. Se sua câmera não possui controladores de luz, o jeito é partir para o modo automático.

Share Button

Aprenda passo-a-passo a aplicar película de proteção na tela do seu celular e evitar bolhas de ar 0

Aplicar película de proteção na tela do celular ou tablet exige paciência e cuidado para que não sejam formadas bolhas de ar. Para mantê-la efetiva e evitar arranhões por contato com outros objetos ou em quedas, siga os passos abaixo.

Passo 1. Desligue o aparelho;

Para aplicar a película em segurança, o smartphone deve estar desligado  (Foto: Foto:Marcela Vaz/TechTudo)
Para aplicar a película em segurança, o smartphone deve estar desligado (Foto:Marcela Vaz/TechTudo)

Passo 2. Limpe bem a tela, especialmente os cantos, com um tecido de algodão, como uma flanela. Para garantir a higiene total do local, use um spray de limpeza apropriado. Evite ao máximo encostar os dedos na tela;

Higienize completamente a tela do celular com um tecido de algodão limpo  (Foto: Foto: Marcela Vaz/TechTudo)
Higienize completamente a tela do celular com um tecido de algodão limpo (Foto: Marcela Vaz/TechTudo)

Passo 3. Em seguida, desgrude a película da embalagem usando a borda de proteção destacada;

Manuseie a película usando a aba destaca para evitar manchas (Foto: Foto:Marcela Vaz/TechTudo)
Manuseie a película usando a aba destaca para evitar manchas (Foto: Marcela Vaz/TechTudo)

 

Passo 4. Para colocar a película, tome um dos cantos da tela como ponto de referência e comece a aplicação de ponta a ponta com cuidado. Algumas delas vêm acompanhadas de uma espátula pequena para auxiliar sua fixação;

Aplique a película na tela de fora a fora (Foto: Foto: Marcela Vaz/TechTudo)
Aplique a película na tela de fora a fora (Foto: Marcela Vaz/TechTudo)

Passo 5. Se você não tiver uma espátula, pode garantir a fixação passando os próprios dedos. Se a tela apresentar bolhas de ar, passe a flanela por cima até desaparecerem. Se as bolhas persistirem, retire a película e aplique-a novamente;

Fixe bem a película para evitar o aparecimento de bolhas (Foto: Foto: Marcela Vaz/TechTudo)
Fixe bem a película para evitar o aparecimento de bolhas (Foto: Marcela Vaz/TechTudo)

 

Passo 6. Proteja o aparelho do contato com outros materiais por alguns minutos, sobretudo de plásticos, para evitar o surgimento de bolhas logo após a aplicação. Ao retirar a película depois de passar muito tempo desde o seu uso inicial, o material costuma perder a qualidade para novas utilizações.

Share Button